Operadores de câmera recebem notícia do RH que a BAND vai dar golpe em seus salários

Notícias
Tipografia

logo tipo band 32

A Bandeirantes quer que você trabalhe mais e ela pague menos

Sem nenhum respeito a legislação dos Radialistras e de forma truculenta, o RH da BAND quer passar Radialistas, que exercem a função de Operadores de Câmera UPE, para Jornalistas, como repórteres cinematográficos. Isto é ilegal, pois mexe na estrutura sindical das categorias. Os Operadores de Câmera UPE foram chamados para um reunião nesta quinta feira (15), em dois horários, apenas para tomar conhecimento das mudanças, sem terem o direito de poder opinar. O “aceita ou rua” ficou nas entrelinhas. Se quer, os representantes do Sindicato, na BAND, foram chamados para dialogar.

Os diretores do Sindicato, que também são funcionários da Band, ficaram sabendo da reunião e tentaram participar, mas foram impedidos pelo gerente de Operações e pelo o gerente de RH, com participação do gerente de Engenharia. As pessoas, desavisadas, poderão achar que isso poder ser melhor para os Operadores de Câmera UPE, só que não.

Para vocês terem uma ideia não terão aumento salarial, a carga horária da jornada de 6 horas, passará a ser 8 horas, com o intervalo da hora do almoço. Não receberão horas extras, não receberão quinquênio e não terão mais a estabilidade provisória, pois a convenção coletiva dos Jornalistas foi assinada com perdas de direitos.

A BAND quer, a toque de caixa, fazer essas mudanças para poder explorar mais os trabalhadores.

Sem pagamento de horas extras, com carga horária maior, isso acarretará em perdas na renda mensal  e com reflexos de perdas no FGTS, férias e 13º salário.

                                                                         

A convenção dos Jornalistas a carga horária é maior, hora extra vai para o banco de horas e se receberem, é em folga e quando a empresa quiser.