Inadimplência dos brasileiros registra maior alta em nove anos

Notícias
Tipografia
O Indicador Serasa Experian de Inadimplência do consumidor brasileiro registrou alta de quase 26% no primeiro bimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano anterior.
Este crescimento é o maior verificado em nove anos. De acordo com economistas da Serasa Experian, “esse é o maior endividamento do consumidor, com o acúmulo de dívidas e o encarecimento do crédito, em decorrência da política monetária para controle da inflação.”

No último mês, em valores médios, as dívidas não bancárias dos brasileiros – cartões de crédito, financeiras, lojas em geral e prestadoras de serviços como fornecimento de energia elétrica e água – eram de aproximadamente R$ 329.   Já a dívida bancária da população somava quase R$ 1.290.

Mesmo com a alta, houve uma ligeira queda de 2,3% na inadimplência entre os meses de janeiro e fevereiro deste ano, o que representou o segundo recuo mensal consecutivo.

Para chegar aos resultados, o Indicador Serasa leva em conta  as variações registradas no número de cheques sem fundos, títulos protestados, dívidas vencidas com bancos e dívidas não pagas em todo o país.

De São Paulo, da Radioagência NP, Danilo Augusto.